Como ser feliz: 5 hábitos para adicionar à sua rotina – Parte 1

Sim, é possível.

A felicidade parece diferente para todos. Para você, talvez seja estar em paz com quem você é. Ou ter uma rede segura de amigos que te aceitam incondicionalmente. Ou a liberdade de perseguir seus sonhos mais profundos.

Independentemente de sua versão da verdadeira felicidade, viver uma vida mais feliz e satisfeita está ao alcance. Alguns ajustes em seus hábitos regulares podem ajudá-lo a chegar lá.

Hábitos importam. Se você já tentou quebrar um mau hábito, você sabe muito bem como eles são gravuras.

Bem, bons hábitos estão profundamente enraizados, também. Por que não trabalhar para fazer hábitos positivos parte de sua rotina?

Aqui está um olhar para alguns hábitos diários, mensais e anualmente para ajudar a iniciar sua busca. Basta lembrar que a versão de felicidade de todos é um pouco diferente, assim como seu caminho para alcançá-la.

Se alguns desses hábitos criam estresse adicional ou simplesmente não se encaixam no seu estilo de vida, abandone-os. Com um pouco de tempo e prática, você vai descobrir o que faz e não funciona para você.

Hábitos diários

1. Sorria

Você tende a sorrir quando está feliz. Mas na verdade é uma via de mão dupla.

Sorrimos porque estamos felizes, e sorrir faz com que o cérebro libere dopamina, o que nos deixa mais felizes.

Isso não significa que você tem que sair por aí com um sorriso falso estampado em seu rosto o tempo todo. Mas da próxima vez que você se sentir baixo, abra um sorriso e veja o que acontece. Ou tente começar todas as manhãs sorrindo para si mesmo no espelho.

2. Exercício

Exercício não é só para o seu corpo. Exercícios regulares podem ajudar a reduzir o estresse, sentimentos de ansiedade e sintomas de depressão, ao mesmo tempo em que aumentam a autoestima e a felicidade.

Mesmo uma pequena quantidade de atividade física pode fazer a diferença. Você não tem que treinar para um triatlo ou escalar um penhasco – a menos que seja isso que te faz feliz, é claro.

O truque é não exagerar. Se de repente você se jogar em uma rotina extenuante, você provavelmente vai acabar frustrado (e dolorido).

Considere estes iniciadores de exercícios:

  • Dê uma volta pelo quarteirão todas as noites depois do jantar.
  • Inscreva-se para uma aula de iniciantes em yoga ou tai chi.
  • Comece o dia com 5 minutos de alongamento. 

Lembre-se de qualquer atividade divertida que você já gostou, mas que caíram no esquecimento. Ou atividades que você sempre quis experimentar, como golfe, boliche ou dança.

3. Durma bastante

Não importa o quanto a sociedade moderna nos guie para menos sono, sabemos que o sono adequado é animado para boa saúde, função cerebral e bem-estar emocional.

A maioria dos adultos precisa de cerca de 7 ou 8 horas de sono todas as noites. Se você se encontra lutando contra a vontade de cochilar durante o dia ou apenas geralmente sentir que você está em uma neblina, seu corpo pode estar dizendo que precisa de mais descanso.

Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a construir uma melhor rotina de sono:

  • Anote quantas horas de sono você tem todas as noites e como você se sente descansado. Depois de uma semana, você deve ter uma ideia melhor de como você está indo.
  • Vá para a cama e acorde na mesma hora todos os dias, incluindo fins de semana.
  • Reserve a hora antes de dormir como tempo tranquilo. Tome um banho, leia ou faça algo relaxante. Evite comer e beber pesado.
  • Mantenha seu quarto escuro, frio e quieto.
  • Invista em uma boa roupa de cama.
  • Se você tiver que tirar um cochilo, tente limitá-lo a 20 minutos.

Se você sempre tem problemas para dormir, fale com seu médico. Você pode ter um distúrbio do sono que requer tratamento.

4. Coma com humor em mente

Você já sabe que as escolhas alimentares têm um impacto na sua saúde física geral. Mas alguns alimentos também podem afetar seu estado mental.

Por exemplo:

  • Carboidratos liberam serotonina, um hormônio “sinta-se bem”. Basta manter carboidratos simples – alimentos ricos em açúcar e amido – ao mínimo, porque esse surto de energia é curto e você vai cair. Carboidratos complexos, como vegetais, feijões e grãos integrais, são melhores.
  • Carne magra, aves, leguminosas e laticínios são ricos em proteínas. Esses alimentos liberam dopamina e norepinefrina, que aumentam a energia e a concentração.
  • Alimentos altamente processados ou fritos tendem a deixá-lo se sentindo para baixo. Assim como pular refeições.

Comece fazendo uma melhor escolha alimentar a cada dia.

Por exemplo, troque uma massa de café da manhã grande e doce por um iogurte grego com frutas. Você ainda vai satisfazer seu dente doce, e a proteína vai ajudá-lo a evitar uma queda de energia no meio da manhã. Tente adicionar uma nova troca de comida a cada semana.

5. Seja grato

Simplesmente ser grato pode dar um grande impulso ao seu humor, entre outros benefícios. Por exemplo, um estudo recente em duas partes descobriu que praticar gratidão pode ter um impacto significativo nos sentimentos de esperança e felicidade.

Comece cada dia reconhecendo uma coisa pela qual você é grato. Você pode fazer isso enquanto escova os dentes ou apenas esperando que o alarme esnobe sossegue.

Enquanto você faz o seu dia, tente ficar de olho em coisas agradáveis em sua vida. Podem ser coisas grandes, como saber que alguém te ama ou receber uma merecida promoção.

Mas também podem ser pequenas coisas, como um colega de trabalho que lhe ofereceu uma xícara de café ou o vizinho que acenou para você. Talvez até o calor do sol em sua pele.

Com um pouco de prática, você pode até se tornar mais consciente de todas as coisas positivas ao seu redor.